sábado, 4 de abril de 2015

Lua Outonal





Como aroma sofisticado,
tem a lua outonal,
o poder de nos envolver,
sem sentirmos seu cheiro,
mas, ao contemplarmos sua magia.

Lua Outonal,
noites outonais.

Não há fenômeno igual
quando banhados pela lua
reafirmamos o amor
em uma noite outonal.

Ó Lua Outonal!
Dá-me aos dias
o que me traz às noites.
sua magia balsâmica
em essência para os sentidos.

Pois, sinto falta de seu aroma
do brilho de seus olhos
e, ainda mais de seu colo
de seu calor, de seu ardor.

Meu outono já se foi
o inverno já chegou
e me encontro sozinha
no frio, na neve, no vazio.
Lua Outonal,
enche-me de sua essência
e dê-me com seu bálsamo
vontade de viver.
Assim como você, sozinha, mas em pleno brilho.





3 comentários:

  1. Gostei do post, aonde você arrumou tanta expiração para escrever um texto tao bonito.

    ResponderExcluir
  2. Beautiful and haunting words Jaqueline ... all for the longing of another time... xox

    ResponderExcluir

*Imagens: Google