quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Folha








Em uma tarde linda
a brisa que toca minha pele
traz a certeza de que você se foi para não mais voltar.

Nossos momentos foram bons
deliciosos enquanto o nosso juntos durou
mas você se foi para não mais voltar.

O que eu temia aconteceu
meu coração está dilacerado
mas você se foi para não mais voltar.

Resisti tanto ao sentimento de entrega
receosa de uma decepção inevitável
que mesmo assim você se foi para não mais voltar.

Constato mais uma vez,
que amar e ser amada não faz parte de minha história.
O amor se foi para nunca mais voltar.

Do que me adianta ser magnífica entre lençóis,
dançar sensualmente,
enlouquecer os sentidos,
instigar os olhares,
aguçar o desejo,
se não desperto o amor?

Sou uma linda folha,
a bailar com o vento,
em suas curvas sinuosas,
seu aroma envolvente,
desprendida da árvore,
esperando repouso eterno.

Sou simplesmente só.
Sou simplesmente eu.

Reeditado.





domingo, 12 de janeiro de 2014

Despertar...






Quando tenho vontade de parar o eu
e sinto seu cheiro-
Ah seu cheiro!
Que cheiro!-

Esse cheiro que me enlouquece
e me apetece
fazendo com que minha vontade de parar cesse
arrepiando todo meu corpo
instigando o instinto adormecido
aflorando a vontade de te ter
despertando sonhos enegrecidos
novamente queridos em meu ser.

Retorno à vida!


Reeditado



sábado, 11 de janeiro de 2014

Quase







Gostaria que sempre fosse sol,
mas o tempo nublado cisma em ficar.
Quando penso estar bem e feliz em dias ensolarados
as nuvens cinzentas reaparecem
dando o ar de tristeza, melancolia e decepção.
Gostaria que mesmo em nuvens
o sol permanecesse dentro de mim.
Todavia, as pálpebras caídas e o olhar molhado
demonstram o cansaço e o desfalecimento do Ser.
O Quase entra no ato da vida,
ao pensar e desistir do viver...







segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Desabafo








'Gostaria que o seu desejo por mim transcendesse a imaginação, a vontade, a razão.
Ah como gostaria de ver em seus olhos o fervor da paixão quiçá a chama por degustar-me...
Como gostaria de sentir que me deseja assim!
Gostaria de ser a poltrona em que repousas enquanto vive seus momentos de meditação,  sei que nestes instantes a desejas como nunca!
Quem sabe ser a mesma caneca com que estimas tomar seu café instantâneo periodicamente?
Seria exagero querer ser o ar que você respira, no entanto, é assim que gostaria de ser para você: imprescindível à sua existência!
Bem, na verdade sinto-me como aquele casaco que você só lembra de usá-lo quando se sente desprotegido do frio, mas que fica no armário inerte a sua espera na dependência de uma lembrança ou um olhar vindo de seus tênues olhos perdidos, um toque trêmulos de suas cálidas mãos ou até mesmo um dia de frio...
Muitos podem dizer que queria  migalhas, outros que exagerava,  todavia nada disso importava se mesmo sentindo-me assim, eu tinha você'.









sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Minha Solidão







Solidão.
Enquanto para muitos é tenebrosa
eu a sinto bem.
Aprecio sua companhia.
Não preciso dividi-la.
É recíproco!

A solidão faz-me refletir.
Através dela, eu me perco,
eu me encontro,
eu enlouqueço,
eu me amo.

Danço.
Canto.
Sofro.
Dou gargalhadas.
Choro.


Na solidão sinto o silêncio.
No silêncio, sinto-me.
Sentindo-me, vivo.
Vivendo-me, satisfaço-me.

Vim ao mundo só
e dele partirei em companhia.
Em companhia de minha própria solidão.





*Imagens: Google