sábado, 13 de abril de 2013

Veneno






Sua ausência corta-me o corpo
transpassando-o como uma lança

cuja ponta contamina todo o ser
envenenando minha existência
com essa tal saudade.
Como dói sentir sua falta!

O vento em brisa parece um furacão
diante de um ser solitário
com corpo envenenado
e dias contados
rumo ao último suspiro.
Como dói sentir sua falta!

Nada ameniza a dor
que estilhaça meu interior
dando a sensação vaga
nos braços abraçados
e nos lábios sedentos por te terem por dentro.
Como dói sentir sua falta!

Minha essência parte
com o veneno da saudade
deixando o esqueleto úmido de desejo
sem pejo adejo em ensejo
saudosa por mais um beijo...
Como dói sentir sua falta!





14 comentários:

  1. Parabéns, Jaqueline! Seu escrito é lindo e repleto de saudade. Não é fácil guardar o desejo pela presença da pessoa que amamos. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bia!

      Não é fácil e dói demais!!!
      Obrigada por vir e comentar.
      Bjoks

      Excluir
  2. Oh how it hurts to miss him... this line says so much... so many feelings;)

    ResponderExcluir
  3. Como dijo La Rochefoucauld:
    "La ausencia disminuye las pequeñas pasiones y aumenta las grandes, lo mismo que el viento apaga las velas y aviva las hogueras".
    Me he enterado por un email de Facebook que va a ser tu Cumpleaños, pues...¡¡¡Feliz Cumpleaños, en compañía de tus seres queridos!!!
    Abraços e beijos.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me gustaría que llama siempre se mantuvo cerca de mí, pero por desgracia no es posible, querida.
      Gracias por felicitar a mi cumpleaños, que será el martes 16.
      Besos y buen fin de semana.

      Excluir
  4. Olá!
    Querida Jaque
    é natural que cada um deve reagir de acordo com sua natureza, como o seu corpo suporta, como sua mente determina...
    ... sentir a ausência machuca tanto que às vezes faltam forças para fazermos pequenas coisas, como olhar... e ver que a vida continua.
    ...por vezes o desfecho é necessário, já que embota o potencial individual, em favor de uma ilusão de felicidade que aliena...um veneno.
    Obrigado pelo carinho da visita
    Boa semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Lindo poema mesmo retratando uma saudade tão dura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A realidade nem sempre condiz com nosso desejo.
      Bjoks
      Obrigada, Claudio!

      Excluir
  6. Oi Jaque,

    A saudade corrói a alma, e vc descreveu perfeitamente essa dor...

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Poesia muito linda!!!
    "Minha essência parte
    com o veneno da saudade
    deixando o esqueleto úmido de desejo
    sem pelo adejo em ensejo
    saudosa por mais um beijo...
    Como dói sentir sua falta!"(em meu blog, rs)
    Espero sua visita! (:

    ResponderExcluir

*Imagens: Google