domingo, 27 de janeiro de 2013

Solidão



Solidão.
Enquanto para muitos é tenebrosa
eu a sinto bem.
Aprecio sua companhia.
Não preciso dividi-la.
É recíproco!

A solidão faz-me refletir.
Através dela, eu me perco,
eu me encontro,
eu enlouqueço,
eu me amo.

Danço.
Canto.
Sofro.
Dou gargalhadas.
Choro.


Na solidão sinto o silêncio.
No silêncio, sinto-me.
Sentindo-me, viva.
Vivendo-me, satisfaço-me.

Vim ao mundo só
e dele partirei em companhia.
Em companhia de minha própria solidão.




12 comentários:

  1. You are always so thought provoking with your writing Jaqueline:)

    ResponderExcluir
  2. Jaque,

    Tudo bem? A solidão sempre será a amiga intima, mesmo em uma festa de confraternização.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Luciana, só devemos saber lidar com ela.
      Bjoks

      Excluir
  3. A solidão é uma companheira, mas que ás vezes cansa..

    ResponderExcluir
  4. Esa soledad que nos reconforta y nos hace más fuertes.
    Es cierto; fue nuestra primera compañera y será, también, la última.
    La Soledad que queremos no es mala. La que es impuesta por otras circunstancias puede serlo y por eso, desde la distancia, siempre tendrás mi compañía.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ¡Qué hermoso!
      Gracias, preciosa!
      Su empresa es muy sabroso!

      Excluir
  5. Olá! Ao amar os nossos dedos poeticos, passamos a nos bastar e voar sozinhos! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ives, meu caro,
      O que seria de nós, sem o voo solitário?

      Bjoks

      Excluir
  6. Eu nunca estou só, pois quando penso que estou só vem-me a inspiração.
    Ele vem para me alegrar ou para me entristecer, mas não a culpem, pois, depende apenas de mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A inspiração faz parte da solidão, a meu ver; com ela e nela você expressar melhor o que refleti.
      Bjoks

      Excluir

*Imagens: Google