terça-feira, 30 de outubro de 2012

Quimera



Embriaga-me com sua presença
encharca-me com seus beijos
delira-me com sua loucura
ama-me como ninguém
e deixa-me amá-lo como nunca.
E assim,
Desnuda-me.
Exaure-se.
Transborde-nos.

14 comentários:

  1. Una maravillosa Quimera.
    Un abrazo y beijos.

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo, Jaqueline, seu blog é maravilhoso, sua poesia tb, sucesso pra vc, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Cristina.
      Seja sempre bem-vinda.

      Bjoks

      Excluir
  3. Olá!Boa noite!
    Jaque...
    penso que... basta a presença fisica para que todos os desejos e fantasias, quimeras, sejam realizadas...
    Obrigado!
    Boa quarta feira!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felis,
      ...penso a mesma coisa...
      Muito bom realizarmos com a pessoa na pessoa!

      Excluir
  4. Oi Jaque,

    Tudo bem? A quimera é tão real quanto um monstro que se completa e transborda na realidade. Um desejo da vida, mas que pode ser só a besta da mitologia. Lembrei do livro dos seres imaginários de Borges.

    Beijossss

    ResponderExcluir
  5. You never disappoint Jaqueline, you write from the heart and it's always so sexy:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks for your delicious words, Launna.

      Excluir
  6. Nossa, que coisa mais linda, sensual e ao mesmo tempo singelo, amei! Adoro poesia, logo, adorei seu blog. Estou seguindo! Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Mariana.
      Poesia alimenta a alma, pois a alma é poesia.

      Bjoks

      Excluir
  7. Bonita poesia. O amor é mesmo um sentimento que exige essa intensidade toda. Abraços

    ResponderExcluir

*Imagens: Google