sábado, 20 de outubro de 2012

Anjo - Sofreguidão Humana


Sol.
Desperto.
Labuto.
Lapso.
Suspiro.
Vivo.
Revivo.

Lua.
Vou.
Volto.
Vou.
Revolto.
Multiplico.
Apeteço.
Sofreguidão.

Calmaria.

Meu anjo chegou!
Adentrou e eternizou.




20 comentários:

  1. Há que se dizer alguma coisa, mas o poema não deixa, ele disse-me tudo, não deixou margem para qualquer virgula que eu pudesse acrescentar. Vixe garota que é bão demais. bjkas

    ResponderExcluir
  2. Jacqueline, tem um ritmo muito interessante este seu poema. Inspira paz...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que transmite paz, pois eu tenho que revezar com os mais intensos!!!

      Excluir
  3. Que legal Jaqueline! =D

    Sol e Lua sempre se completam. Não tem erro.

    Bjuuus

    End Fernandes

    ResponderExcluir
  4. Jaque,

    Tudo bem com você? Um texto talentoso, sem sombras! Não acredito em anjos, mas na força de Deus para o consolo da sofreguidão humana.

    Bom domingo e força aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes, a personificação do anjo faz-se necessária ao ser humano para esse consolo, Lu,
      Obrigada por vir!!!!

      Bjoks

      Excluir
  5. Olá!Bom dia!
    Jaque...
    ...é a materialização dos anjos ante as injustiças humanas...
    Obrigado!
    ...e como foi?
    Bom domingo!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felis, bom dia!!
      Ele é um anjo que em sua materialização não pode ser alcançado por mim.
      Não é um modelo, mas tem um coração gigantesco do qual não sou merecedora de entrar. :(

      Bjoks

      Excluir
  6. Este ángel ha venido a despertarme este domingo y me ha alegrado mucho su visita. Gracias, amiga; Un beso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Armando, que se deleitan en comentar!
      Gracias por visitarme,
      besos ;)

      Excluir
  7. Óla, é sempre um prazer poder passar por aqui.

    Abraço

    ResponderExcluir
  8. Achei simplesmente maravilhoso.....

    ResponderExcluir
  9. Oi Jaqueline,

    Um poema muito........mas muito intenso!

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa, como é bom recebê-laa aqui.

      Obrigada,
      bjoks

      Excluir
  10. Preciosa Poesía en la que la personificación de ese Ángel eterniza en nuestro interior, cubriéndonos de sosiego y estabilidad.
    Igualmente, Jaqueline, siempre te estoy siguiendo y me apetece este contacto en nuestros Espacios.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  11. oi adorei seu poema, curto, mas muito objetivo.

    Eu estou te seguindo se puder retribuir, eu tenho dois blogs.

    http://www.estavalendoedai.blogspot.com.br/
    http://www.memoriasdeumaanonima.blogspot.com.br/

    beijos

    ResponderExcluir

*Imagens: Google