segunda-feira, 9 de julho de 2012

Múltiplos



Onze horas da noite e nada!
A hora parece não passar.
Meia noite e meia, e minha vontade só aumenta
e junto a ela minha ansiedade.
Uma hora da madrugada,
meu corpo está como brasa
o suor cobre minha pele
as batidas do coração aceleram a cada instante
com os movimentos da sofreguidão,
minhas mãos não param
inquietas disparam devaneios
pensamentos insanos dominam minha mente
os gemidos soam como perdidos sendo achados
toco-me intensamente
volúpia e loucura
loucura e volúpia
volúpia e loucura
e em múltiplos sentidos entrego-me!
Sou escrava de mim mesma.

Bonança.

Perdi a noção do tempo em tantos delírios.

Satisfiz-me em mim.
Encontrei-me na solidão.





35 comentários:

  1. Nossa, Jaqueline!

    Tão só, tão cheia,mas tão completa nesta incompletude vazia do outro porém,,bastando-se a sí mesma nesta antropofágica dança das fantasias solitárias, onde todos cabem, principalmente,os prazeres transformados em vassalos e escravos da sua mão!

    Sexo em Braile, no qual a visão fica suprimida pela dimensão maior dos toques e sensações.

    Solidão que suprime uns e apresenta-nos outros tantos, sem os trancos nem barrancos cotumazes dos jeito do outro,das formas dos outros,do querer dos outros e quantas vezes ininteligíveis,inacessíveis...então salve, salve nosso egocêntrico pulsar.

    Liberdade!

    Bonança!

    Tantos delíros!

    Abração carioca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, que saudades de você!
      Realmente vazia do outro e completa em mim mesma.
      Solidão gostosa e por vezes cheia de tudo em nada.
      Liberdade, liberdade abre as asas sobre nós!!!
      Em meu caso, mantenha-se em mim.
      Bjoks cariocas sul-fluminensianas.

      Excluir
  2. Senti a intensidade na medida da leitura.
    Muito bom.

    ResponderExcluir
  3. Jaque :)
    Como vai?
    Texto intenso como já disseram ein?
    Se dar prazer é uma coisa sem medidas >.<

    Beijos e tenha uma excelente semana

    RIMAS DO PRETO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sandro!
      Estou muuuuuuito bem, obrigada.
      Realmente, na falta de outro dê-se prazer, em meu caso dou-me prazer.
      Bjoks deliciosas.

      Excluir
  4. Maravilhoso poema de uma intensidade maravilhosa de sentir
    entrando suavemente no peito.
    Belo grande poetisa!

    Um grande abração no teu singelo coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummm...Maravilhosa de sentir??? Muito bom ler isto!
      Carlos, obrigada por vir e deixar seu singelo e Profundo comentário.
      Bjoks

      Excluir
  5. En esos múltiplos sentidos de Entrega, satisfaciéndose y entregándose a uno mismo se encuentra uno mismo en la soledad de la Noche...¡Que maravilla de sensualidad y derroche de Pasión!...Me ha encantado.
    Adoro você y sabes que me encantas.
    Abrazos y beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro, que está dotado de una sensualidad expresiva en su escritura.
      Cuando digo "Te amo", en realidad quiero decir Te quiero.
      Bjoks deliciosa

      Excluir
  6. Olá preciosa
    Sou evangélica e há um pouco de tudo nos meus outros blogs
    acima deste blog estão os links nos quadrinhos
    onde estão cinco blogs disponíveis,
    e sempre misturo em um blog, o espiritual,
    o emocional e o prazer físico,(carnal), creio que tudo se
    agrupam e nos formando seres especiais de Deus!
    Beijos
    Eu! Leilinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leilinha que fofo, suas palavras!
      Servimos ao mesmo Deus sem preconceitos,
      cada uma tem seu estilo, mas o amor é um só.

      Obrigada pelo depoimento.

      Excluir
  7. JAQUELINE!
    INSPIRADÍSSIMA E CHEIA DE IMAGINAÇÃO... GOSTEI DEMAIS DO TEXTO E DA SINCERIDADE CRIATIVA, PARABÉNS!

    Vim desejar alegria, felicidade e muito amor no coração!!
    Desejo uma ótima semana!
    “Crer, é tornar possível o impossível.”
    Carinho não tem preço, doe-se.
    Blogueiras Unidas 1275!
    Luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia receber você aqui em Deliciosa Ilusão, Rudy.

      Excluir
  8. Ao encontra-se na solidão, desvendou-se inteira.

    - Ei, tem nova postagem [e sobre sexo!] lá no Sem Pudor!

    Beijão, linda e sexy poeta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau que visita boa!!!
      Obrigada, linda!!

      Estou indo agorinha lá!!!

      Excluir
  9. Olá, amiga Jaqueline!
    O poema é extremamente envolvente.
    O "eu lírico" narra conotativamente o autoprazer com tanto realismo e detalhe que nos excita o corpo e a mente.
    Quando somos capazes de nos dar prazer, também estamos aptos a satisfazer quem amamos.
    Seu poema está bem engendrado e inspirado.
    Parabéns pelo dom poético!

    Abraços sinceros do novo amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bento, gosto muito de suas apreciações, pois coloca sempre o 'eu lírico' (como deve ser) e não eu como protagonista. Percebe-se o entendimento literário que você tem, longe de confundir-me com o 'eu lírico'.
      Obrigada. Aprecio muito suas colocações sobre o que escrevo.
      Posso dizer que 'adoro'.


      Bjoks

      Excluir
  10. kerouac aprovaria tal intensidade solitária.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conhecia a história dele tão profundamente quanto agora que pesquisei.
      Realmente ele iria aprovar essa intensidade.

      Bjoks

      Excluir
  11. Jaque! Lindo! Intenso e profundo! Obrigada pelo carinho! Clico no botão +1, mas não to conseguindo compartilhar, pois aparece uma exclamação no lugar.... Se alguém puder me ajudar agradeço!
    Uma quarta-feira iluminada!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elaine, já fui visitá-la e deixei meu recadinho lá.
      Desejo uma semana abençoada para vc também!
      Bjoks

      Excluir
  12. Noites e noites frias sem companhia......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Augusto, que perfil lindo!
      Frieza é difícil, mas não impossível de se esquentar.

      Excluir
    2. Obrigado Jaque!
      Verdade.....

      Excluir
  13. Jacqueline, tudo bem?
    Linda a comparação das horas com os desejos.
    Ficou suave, sem perder a métrica.

    Beijos e ótimos dias!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cissa, obrigada pela presença.
      É sempre uma honra seus comentários.

      Excluir
  14. Passando pra agradecer e dizer que já consegui resolver o problema com o botãozinho+1! Bjo no coração! Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Jaque, estou vaidoso em está no meu blogue. Estou lhe seguindo também. Tens um blogue extremamente Fenomenal. coloque o meu link, por gentileza, no seu. Estamos gratos http://josemariacostaescreveu.blogspot.com
    Também estou no teu tuiter.
    o meu é
    @blogdOjosemaria
    e o meu face, se desejares convidar-me é:
    www.facebook.com/blogdojosemariacosta

    Beijo na Alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prontinho, meu querido.
      Estou no twitter e no face também.
      Obrigada pela visita e comentário.

      Bjoks

      Excluir
  16. Jaqueline,
    Texto sincero e preciso. Consegue com clareza descrever sobre a sexualidade de forma bem direta sem parecer vulgar.
    Parabéns mais uma vez pelo blog. Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sidney! Essa é minha intenção, não quero ser vulgar, apenas sutil.
      Bjoks

      Excluir

*Imagens: Google