sexta-feira, 15 de junho de 2012

Sensação Unilateral




Por instantes pensei.
Como todo ser humano, pensei.
E, senti.
Sinto.
Noite clara
momento escuro
magia rara
sentimento confuso
Estávamos lá!
Sem tempo
em meio a discursos
seus lábios tocaram os meus.

Ai que loucura!

Vi-me em você
senti-me em você
fecho o olhos e ainda sinto 
a leveza de seu beijo
a delicadeza de seu toque.

Enquanto em mim
a revolução dos sentidos eclodia
você só sorria.
Eu, todavia, nem percebia
você temia sentir o que eu sentia.

Meu ser aflorado pedia
o que você não podia
ou não queria.

Ironia?
Não.
Porfia em poesia.

Você não me pertencia.






13 comentários:

  1. Radiante sensualidad en Palabras bellas, al igual que en una imagen sugerente y sugestiva.
    ¡Que bello e increible sentir lo que sentia! La revolucción de los sentidos y...!Que triste no poder o no querer disfrutar de esa sintonía!
    Preciosos versos, Jaqueline, de una Porfia en Poesía.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  2. Es triste tenue, Pedro!
    Pero no todos en el sentimiento es mutuo, ni siquiera un beso en sintonía!

    ResponderExcluir
  3. Lindo Jaqueline..to sempre lembrando aqui frases de músicas que toquei, e ainda toco, hoje ao ler esse post lembrei essa:
    "Se todos fossem iguais a você..que maravilha viver"

    Parabéns !

    ResponderExcluir
  4. JAQUELINE,

    sou seu mais novo seguidor,pois não conseguí resistir.

    Ninguém exprime as coisas de amor, como as mulheres.

    Nem os melhores cânticos Gregorianos, mesmo os dos anjos arcanjos em sublime sobrevoo nas nossas mais profundas áreas de carências e afetividades,conseguem repetir a leveza das frases e o encantamento da ternura,iguais os daqueles que, de uma mulher emana.

    E dentre elas, com certeza, você consegue surpreender a cada frase, estrofe e fazer implodir em emoções, um poema como esse.

    Simplificar, chamando-a de poeta, seria reduzir em qualidade, quantidade,densidade, extensão e profundidade, sentimentos seus tão maiores que não podem e, nem devem, encerrar-se em classificações frias ou protocolares.

    A monumentalidade destes sentimentos de amor, transbordam as margen de qualquer rio que os queira discipliná-los ou contê-los.

    E os seus também transbordoram, e como consequência, eu que era um córrego quase que imperceptivel,um flete d'água qualquer, depois de ler você e por contagio,tornei-me volumoso e principalmente, novamente crédulo na certeza de que Jaqueline, realmente, o amor existe!

    Um abração carioca, minha conterrânea!

    ResponderExcluir
  5. Paulo, estou emocionada! Ainda hoje, pensei em parar, mas a vontade de compartilhar minhas emoções é maior do o "eu" em mim. E aqui estou, surpresa pelo comentário, agradecida por palavras profundas que me inflam de gratidão. No mais o que posso fazer para retribuir é visitá-lo virtualmente. Obrigada pelo êxtase que me proporcionou.

    ResponderExcluir
  6. Oi Jaqueline, é Deus falando com você amada, receba ELE te ama.
    Beijos adorei a sua visita.
    Luciana

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Luciana< é verdade!
    Deus fala conosco quando menos esperamos. Bjoks

    ResponderExcluir
  8. Olá Jaqueline passei para conhecer seu blog ele é notº10, muito maneiro com excelente conteúdo gostaria de parabenizar pelo seu trabalho e desejar muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus camminhos e de seus familiares
    Um grande aabraço e tudo de bom

    ResponderExcluir
  9. Obrigada, Rodrigo, meu sucesso é ter vcs aqui comentando.
    Bjoks

    ResponderExcluir
  10. Feeling the lightness of your kiss and the delicacy of his touch... so very beautiful<3

    ResponderExcluir
  11. Olá!Boa noite!
    Jaque
    ... Porfia em poesia.
    Sonhos e ilusões te pego a criar,
    Mas escrever é só mais uma louca maneira de amar.
    ...Sensação unilateral
    Realmente, amor não é fórmula de pó de pirlimpimpim. Não é saída, é entrada. A gente não chega para tirar, para ordenhar, chega-se basicamente para oferecer. Iluminá-lo em vez de tomar luz emprestada.
    Será mesmo um dia verdadeiro?Teria sido mesmo diferente?
    Ou este sempre será seu caminho.
    Amores, dilacerantes e ausentes,
    No peito de um alguém, sozinha.
    Distingue entre a razão e a fantasia,
    Confie, e a sonhar,
    o dia em que sozinha… nunca irá amar.
    Bela quarta feira!
    Beijos
    ClicAki Blog(IN)FELIZ

    ResponderExcluir

*Imagens: Google