quarta-feira, 30 de maio de 2012

Por quê?

Hoje não vou poetizar sensações positivas pois as quero sentir. Não gosto de escrever algo que não sinto, mas estou com um aperto no peito, um nó na garganta e quero colocar para fora.
Não quero que se perturbe com minha sensação fúnebre e impotente, simplesmente, exponho meu expoente que não obstante tristemente, está em crise.
Ainda ontem li em um blog que acompanho, algo interessante onde o autor dizia escrever não para agradar a terceiros. E é verdade! Concordo com ele. Minhas escrituras não tem fins lucrativos aqui no blog; escrevo para expressar minhas  emoções que acreditem, são intensas sem falsidade!
Quando digo que sou pletora, acreditem, sou!
Não sou bipolar, sou extrema nas sensações!
E hoje estou com um amargo na boca.
Com vontade de vomitar no outro o que me fez engolir para não discutir e perder a servis.
Sim!
Tive que ouvir algo quieta para não perder a razão.

Por que é tão difícil para a gente transpor nosso ego?
Por que é tão complicado ser sociável?
Por que a sociedade vive em aleivosia?
Por quê? Por quê? Por quê?
Perguntas que não apresentam respostas satisfatórias.

Porém...
Viver é preciso!


16 comentários:

  1. Olá, Jaqueline! Vim correndo agradecer a sua visita no meu cantinho e dizer q tbm tô ficando aqui no seu.
    Bom, tbm sou assim como vc, não escrevo pra agradar, escrevo o q estou sentindo.. o blog às vzs eh um refúgio e um lugarzinho nosso que usamos para desabafar. Não fique triste e nem com raiva dos percalços da vida.. faz parte. Levante a cabeça e bola pra frente.
    Bjinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, fico feliz pelo feliz pela retribuição, gosto de ler os blogs que realmente me interessam, e o seu é um deles.
      Hoje estive revoltada pela manhã, mas depois da aula que dei fiquei melhor. Como dizem "nada como um dia após o outro e uma noite no meio.
      Obrigada pela visita e comentário!!!

      Excluir
  2. I love how real you are Jacqueline, you can say whatever you want and I would love to listen to you, you are passionate about whatever you write about:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you, Launna, for friendship, companionship and the visit in my blog.
      I like you very much!

      Excluir
  3. ¡Hay tantos Por qués sin explicación racional!Se supone que somos seres que asumen sus problemas e incertidumbres con la virtud del razocinio y, aunque lo intentamos e interirizamos para resolver nuestros problemas, los errores subsisten una y otra vez sin solución en los tiempos. El desahogo y nuestras palabras liberadas nos dan esa tranquilidad que tanto necesitamos después de la meditación.
    Bella entrada al igual que quien la escribe.
    Me encanta tu blog y, si me lo permites, me hago fiel seguidor de este maravilloso espacio, lleno de sensaciones y sentimientos.
    Un abrazo, Jaqueline.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro, tus palabras van en contra de lo que siento. Interiorizei mi error, he meditado y él sigue insistiendo, ya que en realidad necesita a la otra persona lo hizo, que no es el caso.
      Pero estoy bien y superar las causas de ayer y hoy tratamos de superar.
      No dude en mi blog.
      Usted es bienvenido. ;)))

      Excluir
  4. Porque a ida se resume nisso. Sensações que as vezes não temos direito de escolha, por mais perfeitos que sejamos em nossa imperfeita vida estaremos sempre sujeitos a quedas, a choros, a derrotas, a conquistas, a sorrisos, a choros, é simplesmente assim... Toda tentativa com objectivo de descobrir algum sentido na vida será considerada tola, perda de tempo, e um completo fracasso, porque a vida a única coisa que se pode fazer é viver...

    Querida espero que este momento passe logo, porque eu acredito que por mais que eles existam, não podemos deixá-los implantados em nós...

    Beijos de mim, e seja feliz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lindinha pelas doces e edificantes palavras.
      Bjoks

      Excluir
    2. Beijo... e espero breves melhorias...

      Excluir
    3. Já estou muito melhor! Quando estou blogando fico mt feliz!
      Obrigada, minha flor.

      Excluir
    4. Fico realmente feliz por saber :D

      Excluir
  5. Oi Jaque,estive aqui tambem,eu tambem adoro poesia interior,que sai e temos que transformar em palavras!!!!Espero vc no meu blog,estou seguindo voce!!Abracos!!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, Ana Paula, prontamente estou indo ao seu cantinho. Adoro expor o que sinto...

    ResponderExcluir

*Imagens: Google