domingo, 6 de maio de 2012

Mundo de Ninguém



Estava assistindo a um filme épico em DVD e fiquei observando os acontecimentos, à medida que ia aproximando o final, o entusiasmo aumentava, já prevendo como seria... mas fiquei decepcionada quando terminou! Segundo a mitologia grega, os deuses não interferem na vida dos mortais, todos têm o livre arbítrio. E por isso, o mocinho morreu, tudo retornou ao começo dando-nos a impressão de que os feitos seriam repetidos com o filho dele. Em nossa visão humana romântica e solidária, o final do filme, no mínimo, deveria ter sido feliz, mas foi feito como na vida real... Idealizamos, sonhamos, criamos expectativas, fazemos planos, sorrimos, choramos e não sabemos como chegaremos no final, só idealizamos o que queremos para a vida, e na maioria das vezes, esquecemos que o final é a morte. Somos meros mortais! Em nossa individualidade cada um tem sua importância, mas no coletivo, somos iguais! Ninguém é melhor do que ninguém. 


Neste mundo de ninguém
algo nos sobrevém
na humanidade intervém
mas a vida retém
em suas mãos vai bem
sem comandar o desdém
mas induzindo aquém
o Ser de alguém
que não pode mandar
apenas direcionar
e finalizar o estar!







6 comentários:

  1. We are equal in that we are not better than any other human being but we are very special in our own way, interesting blog Jaqueline:)

    ResponderExcluir
  2. Feliz Ano de 2013, na companhia de todos os seus seres queridos e amigos!
    Um abraço e beijos.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela leitura e comentario na publicação sobre a ejaculação feminina! Muito bom, também, saber as razões que a levaram a criar o blog.. a ilusão é realmente deliciosa, ainda mais aqui.

    E entramos em um novo ano, hein? Que este nos seja abençoado e que tenhamos saúde e realizações.

    Beijos e Feliz 2013!

    ResponderExcluir

*Imagens: Google