quinta-feira, 12 de abril de 2012

Imunidade Rebaixada

Sentidos sensíveis,
corpo enternecido,
coriza no olhar,
coriza no respirar.
Âmbito - leito!
No ar há ausência de desejo,
a não ser  pelo âmbito;
O luar diurno incomoda,
o noturno desperta...
entretanto...
para o anseio de adormecer descansadamente;
o passar da horas eterniza
por instantes de delírios...
Esse estado de imunidade rebaixada
adentra a matéria instabilizado-a,
resta, então, repousar para restabelecer as formas
imunológicas do sistema e retornar aos desejos voluptuosos da vida.

2 comentários:

  1. Pôr a fragilidade humana, um sentido de mal-estar em poesia, é hilário! Mt bom

    ResponderExcluir

*Imagens: Google