terça-feira, 27 de março de 2012

Sim, Eu Já Amei Alguém



Certa vez, perguntaram-me se já havia amado alguém,
no ímpeto da pergunta, respondi que não,
nunca tinha sentido tal emoção.
Naquele dia fiquei pensativa sobre aquela pergunta,
aliás, sobre a minha resposta.
Percebi que, sem querer, havia mentido.
Lembrei-me, então, de um rapaz
-daquele rapaz- que deixava
minhas pernas trêmulas com sua presença,
meu corpo inerte e meu raciocínio confuso ao olhar-me
com aqueles olhos verdes penetrantes...
Mas, minha presença não era para ele o que a dele era para mim!
Ao meu lado era como um pássaro preso em uma gaiola,
feição triste e desmotivado,
como se não tivesse motivos para sorrir.
Lastimável realidade a minha: ele não os tinha!
Foi quando abri a gaiola e deixei-o ir,
com seu voo rasante
partiu em direção ao que pensava ser a sua felicidade.
Deixou-me na saudade...
Porém, satisfeita por tê-lo feito feliz, libertando-o de mim...

Com o passar dos anos, constatei que isso é amor.
Ser capaz de abrir mão de alguém,
quando esse é o desejo dele,
para vê-lo feliz, mesmo que não seja o seu.
Sim, eu já amei alguém.





2 comentários:

*Imagens: Google